Austrália quer colocar cartas de condução em Blockchain

O governo do estado australiano de New South Wales está a voltar-se para Blockchain para realizar um piloto no estado para o programa de digitalização da carta de condução dos seus habitantes.

No último mês de agosto, o governo do estado em questão disse que irá conduzir o piloto para 140 mil detentores de licenças no estado antes de uma implementação formal em 2019. A Secure Logic, uma empresa de TI australiana e parceira tecnológica do projeto, disse esta semana que a sua plataforma Blockchain apoiará a iniciativa de proteger os dados de maneira distribuída.

Chamada de TrustGrid, esta rede Blockchain já foi testada num piloto preliminar do esquema conduzido na cidade de Dubbo, no ano passado.

O objetivo do novo programa é usar uma rede distribuída para autenticar e armazenar dados de licença de condução, para que os utilizadores possam apresentar as suas credenciais digitais através de uma aplicação móvel. Desta forma, não irão precisar de licenças físicas para comprovar a sua idade e identidade quando verificados pela polícia.

A iniciativa segue um projeto de lei aprovado em maio que concedeu a legalidade de projetos do governo que procuram permitir que os residentes apresentem dados de licença digitalmente, por exemplo, através de uma rede Blockchain, segundo o relatório.