Como Blockchain e a Construção Civil estão a edificar um novo mundo

Quando pensamos em setores preparados para a disrupção provocada por Blockchain, a construção civil não estará, certamente, no topo da lista. Afinal, a imagem tradicional de um estaleiro de obras parece muito distante da criptografia, codificação e hackathons. Mas há enormes benefícios para colocar Blockchain e construção civil juntos.

Este artigo foi escrito por Sarah Rothrie e publicado originalmente em CoinCentral.com.

Cadeias de valor de Blockchain e construção civil

Um mau trabalhador culpa as suas ferramentas, certo? Talvez seja um pouco duro, no entanto. Afinal, a indústria da construção civil depende da disponibilidade de materiais e ferramentas de qualidade, no momento e no lugar certos. Dado que o setor é altamente fragmentado, com muitos atores diferentes, grandes e pequenos, as cadeias de valor são um grande negócio. Pedidos de compra, notas de entrega e faturas geralmente ainda são baseados em papel. As empresas não sabem se os materiais de que precisam estão em stock quando iniciam um projeto, o que gera atrasos e aumenta os custos.

Estas não são as piores consequências. A Carillion, que tinha um contrato com o governo do Reino Unido, entrou em colapso no início de 2018 e afetou os trabalhos de cerca de 43 mil pessoas como resultado desse processo. As fontes apontam para a má gestão da cadeia de valor como sendo um fator crítico no colapso, por meio da má gestão de crédito e da falta de visibilidade sobre projetos e materiais necessários.

A utilização de Blockchain já está a provar a sua capacidade de transformar diferentes cadeias de valor, como por exemplo através da parceria entre a Walmart e a IBM. No caso da construção, poderia criar-se uma fonte única da verdade em relação à disponibilidade e à proveniência dos materiais de construção, bem como ao rastreamento de pagamentos. O setor está atento a esta possibilidade de caso de uso. Anúncios recentes confirmaram que a Probuild, uma das maiores empresas de construção da Austrália, fez uma parceria com a Brickschain, uma empresa inovadora de Blockchain na área da construção nos Estados Unidos, para gerir a sua cadeia de valor global. O anúncio confirma que "a Probuild tem a visão de que Blockchain, IoT e Big Data podem revolucionar a cadeia de valor da construção".

Blockchain e Gestão de Projetos de Construção

Projetos de construção dependem de várias partes para trabalhar em conjunto para concluir um edifício com base em especificações pré-definidas. Cada parte espera um pagamento baseado no trabalho realizado. Neste sentido, a conectividade peer-to-peer de Blockchain, combinada com a funcionalidade de contratos inteligentes, oferece excelentes oportunidades para agilizar a gestão de projetos de construção.

Um estudo sobre o potencial de Blockchain na gestão de projetos de construção descobriu que, “no panorama da construção civil, o Blockchain pode melhorar a fiabilidade dos registos, trabalhos executados e quantidades de materiais registadas". A publicação relativa ao setor Construction Manager também relatou o desenvolvimento de dois protótipos de aplicações combinando Blockchain e construção. A título de exemplo, a TraderTransferTrust apresenta um sistema de pagamento criado em Blockchain que aciona o pagamento somente após a conclusão do trabalho realizado. No fundo, um proof-of-work físico, se quiser. Desenvolvida pela mesma equipa, a  ConstructCoin apresenta-se com o objetivo de criar um mercado de informações sobre o setor.

Reduzir Litígios

O Construction Blockchain Consortium (CBC) é um grupo do setor criado para investigar o potencial de como Blockchain e construção poderiam trabalhar juntos. Embora os casos de uso referidos acima sejam transformacionais, o CBC descreve algumas mudanças culturais que podem ocorrer no setor como resultado da utilização de Blockchain.

A indústria da construção tornou-se altamente litigiosa. O CBC destaca como o uso de Blockchain para promover uma cultura de colaboração e propriedade poderia ajudar a reduzir a incidência de partes processando-se umas às outras por trabalho de má qualidade ou atrasos na conclusão do projeto. Além disso, o consórcio acredita que um ambiente menos litigioso "deve encorajar uma abordagem menos 'defensiva' para a tomada de decisões e, assim, incentivar a inovação".

Aquisição digitalizada de terras e direitos de construção

No seu artigo sobre o futuro das cidades inteligentes, a McKinsey aponta para a atual burocracia envolvida na aquisição de terras e nos direitos de construção como uma barreira para uma construção mais ágil. O artigo prossegue explicando como soluções digitalizadas vão acelerar o processo de obtenção de aprovações de propriedades e de construção.

Os registos de terrenos baseados em Blockchain fornecem uma grande melhoria em relação aos atuais processos em papel. O Blockchain permite aprovações mais rápidas com menos burocracias ou esperas por assinaturas de várias partes em documentos físicos.

Além disso, em alguns países, as disputas de terras são muito comuns. Um registo permanente e inalterável de propriedade tem vantagens distintas em provar a propriedade. A Índia está entre os países que estão a testar a utilização de Blockchain no registo de terras.

Inspeções de construção

A maioria dos edifícios está sujeita a inspeções num determinado momento. As estruturas utilizadas pelo público precisam de verificações para garantir a adesão aos padrões de segurança. Os levantamentos de prédios geralmente aparecem nas vendas de imóveis, pois revelam quaisquer falhas estruturais que possam afetar a avaliação. Estas inspeções são frequentemente realizadas de forma fragmentada. Um inspetor pode ter pouca ou nenhuma visibilidade sobre os registos de verificações anteriores. Isto torna o processo altamente dependente de um inspetor em específico, e podem acontecer erros ou falhas.

Blockchain oferece a oportunidade para que um documento relativo a um imóvel possa incluir o seu próprio registo permanente de inspeções passadas. Os dados de Blockchain são imunes à adulteração por qualquer parte que possa ter interesse em garantir a passagem da estrutura. Da mesma forma, Blockchain também pode registar qualquer trabalho estrutural ou de manutenção realizado na propriedade ao longo do seu ciclo de vida.

Mais planeamento ágil

Atualmente, há um longo processo para obter fundos públicos para investimento em infraestruturas, devendo os governos justificar a necessidade de gastar fundos dos contribuintes numa iniciativa específica. Isto significa que novos investimentos em infraestruturas podem levar meses ou até anos até se concretizarem.

À medida que avançamos em direção às cidades inteligentes do futuro, o aumento da conectividade e a disponibilidade de informações podem acelerar significativamente as aprovações de novos investimentos em infraestruturas. Por exemplo, um órgão do governo pode rapidamente criar um caso que mostre o aumento do fluxo de tráfego numa área específica, utilizando dados de sensores a partir de uma Blockchain. Isto permite um investimento mais rápido na construção de melhorias na estrada, medidas de acalmia do tráfego ou outros meios.

Conclusão

Blockchain e construção podem parecer parceiros improváveis ao princípio. No entanto, como muitos outros setores, a construção civil depende de interações baseadas em confiança com outras partes, além de uma sólida manutenção de registos. Portanto, supondo que a indústria pode adaptar-se, Blockchain poderá fornecer um valor significativo para os construtores do futuro.