EMEL premeia solução em Blockchain que permite a atribuição automática de dísticos de estacionamento

A equipa vencedora do EMEL Blockchain Challenge corresponde à startup luso-britânica Marionete.

A Aliança Portuguesa de Blockchain e a EMEL anunciam que a startup Marionete venceu o EMEL Blockchain Challenge, um desafio dedicado à mobilidade. Os vencedores terão a oportunidade de apresentar a sua ideia na Conferência de Blockchain, no próximo dia 12 de novembro, em Lisboa.

O Blockchain EMEL Mobility Challenge teve como base a criação de uma solução baseada em Blockchain que interligue os registos de propriedade automóvel numa determinada área de influência e os registos de dísticos da EMEL para essa mesma área de influência.

A solução apresentada pela Marionete, e que venceu este desafio de Blockchain, permite a junção de dados do IMT e da EMEL para que seja feito um registo seguro e rastreável. Algumas das características desta solução passam por possibilitar ao utente a receção de uma notificação automática por parte da EMEL após a compra de um novo veiculo alertando para a disponibilidade de um dístico de residência, ou até para permitir a revogação de um dístico de estacionamento no seguimento da alteração da residência.

"É com muito orgulho e satisfação que recebemos esta distinção e prémio. Vem provar e reconhecer a experiência e o know-how da Marionete e dos seus quadros na tecnologia de Blockchain. Por outro lado, reconhece também a originalidade, inovação e a mais valia da solução apresentada pela forma como abordámos o problema proposto", explica Raul Coutinho Garrido, CTO da Marionete.

"Cremos que a implementação desta solução poderá fazer a diferença num processo complexo como a verificação e atribuição de dísticos", afirma Paulo Nunes, CIO da EMEL. "Esta tecnologia, bem como a possibilidade de interconexão de dados com outras entidades, abre um leque de oportunidades de implementação de processos similares e fomenta a partilha de informação de forma fidedigna e segura, criando processos de troca de informação muito mais robustos e fiáveis. Esta implementação irá com toda a certeza fazer a diferença no dia-a-dia da atribuição de dísticos na nossa empresa”.

"A par dos projetos submetidos no âmbito deste Challenge, a Marionete apresentou um projeto de solução sólidos que foi ao encontro do que foi proposto através deste desafio", diz Rui Serapicos, Presidente da Direção da Associação da Aliança Portuguesa de Blockchain. "Com esta solução, é possível tornar um processo que, atualmente, é moroso num processo fácil e simples, seguindo o espírito que serve de base à Blockchain, integrando outras entidades no processo".