Observatório Europeu de Blockchain marca presença em Portugal

Ludovic Courcelas, do EU Blockchain Observatory and Forum, irá marcar presença na Conferência de Blockchain, no dia 12 novembro, no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, e irá apresentar o que é este Observatório.

O Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa, recebe no próximo dia 12 de novembro a Conferência de Blockchain realizada pela Aliança Portuguesa de Blockchain. Entre os vários oradores e painéis, estará presente Ludovic Courcelas, do EU Blockchain Observatory, onde irá apresentar o projeto do Observatório Europeu.

A Comissão Europeia lançou este ano o Observatório e Fórum da Blockchain da União Europeia (UE), com o objetivo de mapear as principais iniciativas, monitorizar os desenvolvimentos e inspirar ações comuns em redor da tecnologia Blockchain. O Observatório de Blockchain criou grupos de trabalho para identificar e investigar iniciativas de Blockchain existentes não só na UE, como para lá dos 28 países-membros.

Um dos painéis de debate da Conferência de Blockchain está relacionado com a "Influência de Blockchain nos Serviços Financeiros". Este painel irá contar com a presença de Carlos Moura, do Banco de Portugal, Jonathan Betser, da Altrium, Jorge Lesmes, da Everis, e Rogério Campos Henriques, da Fidelidade. A moderação será feita por Manuel Mira Godinho, do ISEG.

O sector dos Serviços Financeiros é um dos que já estão a utilizar Blockchain. Esta tecnologia pode, por exemplo, ajudar a desenvolver soluções para a criação de infraestruturas de serviços em mercados emergentes, criar novos produtos com base em sistemas preditivos e mecanismos controlados por Smart Contracts, soluções de pagamentos e transações financeiras transnacionais facilitadas, ou mesmo mais direcionado para os clientes, como por exemplo a criação de mecanismos de resolução de disputas entre consumidores.

A Conferência de Blockchain irá realizar-se no dia 12 de novembro em Lisboa, no Teatro Tivoli BBVA, às 14h. A inscrição tem um custo de 35€, sendo gratuito para professores, estudantes e investigadores. Mais informações no site da Aliança Portuguesa de Blockchain.