Empresa afirma que segue 760 mil diamantes através de Blockchain

Uma subsidiária da primeira seguradora totalmente online da China, a ZhongAn Insurance, que está listada publicamente em Hong Kong, diz que colocou os dados de 760 mil diamantes numa Blockchain.

A ZhongAn Technology, que está cotada na bolsa de Hong Kong, anunciou, aquando do lançamento da sua aplicação de rastreamento em Blockchain, que o projeto foi criado para alcançar um nível mais alto de rastreabilidade na indústria de luxo.

O produto está a ser comercializado através da Diamsledger, uma nova subsidiária criada em conjunto pela ZhongAn e pela empresa de comércio online de diamantes Ediams.

Construída na rede Blockchain proprietária da ZhongAn e hospedada na sua plataforma de nuvem Anlink, a aplicação é implementada em partes selecionadas ao longo da cadeia de valor de diamantes, incluindo revendedores de diamantes, empresas de processamento, alfândegas, empresas de logística e centros de câmbio.

O objetivo final, de acordo com a empresa, é fornecer um ledger transparente numa rede descentralizada que apresenta cada informação sobre um diamante, desde a produção ao cliente.

O sistema também trabalha em paralelo com os certificados tradicionais da indústria, como GIA, NGTC e HRD, diz a ZhongAn, o que significa que os compradores podem digitar o número do certificado de um diamante para visualizar todas as suas informações através de um portal no Diamsledger.

Zhang Yongwen, CEO da Diamsledger, disse que as "informações de 760 mil diamantes foram enviadas para a Anlink em meados de julho". A Zhang afirma que a aplicação fornece uma garantia dupla, juntamente com certificados tradicionais, que registam principalmente informações físicas dos diamantes, como cor e local de origem.