Quais são as marcas de luxo que aderiram à Blockchain ?

As marcas de moda de luxo veem a tecnologia Blockchain como algo que não pode ser pirateado e, desta forma, uma garantia adicional de autenticidade para os seus clientes. Com o mercado mundial de produtos contrafeitos a valer quase 1 trilião de dólares por ano, a Blockchain apresenta-se como uma alternativa segura no processo de devolução de produtos, no aumento das vendas em leilão e em segunda mão, no segmento de moda de luxo.

                                              Louis Vuitton e NBA Pop-Up Store: as desejadas coleções cápsulas
                                              Fonte:  Archtrends Portobello
 
 
Moët Hennessy Louis Vuitton (LVMH), Cartier e Prada uniram esforços para, através da Blockchain, oferecer uma solução aos clientes que procuram um selo extra de autenticidade no processo de compra dos seus produtos.
Num comunicado conjunto, as três empresas afirmaram que "esta aliança pretende alargar a solução de Blockchain a todas as marcas de luxo mundiais, de modo a oferecer aos seus clientes a garantia de que aquilo que estão a comprar é autêntico. Também o rastreamento dos seus produtos tornar-se-á mais transparente".
 
 
 
                                               SHOP CARTIER IN MACAU- RINGS, WATCHES & BRACELETS | WYNN MACAU | Jewelry  store design, Jewellery showroom, Window display design
 
 
Antonio Belloni, diretor geral do grupo LVMH, referiu que este projeto será apresentado como "Aura Blockchain" e irá fornecer um certificado de garantia criptografado. Para Belloni, "a confiança é a única chave da nossa indústria e é aquilo que realmente queremos preservar", afirmando também que "todos os clientes, especialmente os mais jovens, estão preocupados com esta questão".
Cyrille Vigneron, Presidente e CEO da Cartier, afirmou tratar-se de "um projeto relativamente simples, mas que significa um reforço da confiança entre as duas partes, marca e cliente", acrescentando igualmente que também as leiloeiras poderão estar interessadas na tecnologia da Blockchain na venda de obras de arte.
 
Por último, o uso destas soluções poderá também permitir a venda direta entre clientes de produtos de luxo em segunda mão, com mais facilidade e maior segurança.